SIM, Minority Report. Futuro chegou depressa, não acham?

N. do B: Traduzi por preguiça de achar o texto já traduzido da Reuters e tomei a liberdade de usar algumas palavras corretamente, sem mudar o sentido do texto, ok?

A gigante de telecom chinesa ZTE está auxiliando a ditadura venezuelana a implementar um sistema de “crédito social” similar ao que a cidade de Pequim utiliza na distribuição de “cartões de ração” , segundo a Reuters.

De acordo com a Reuters, a ditadura de Nicolás Maduro recentemente lançou o “Carnet de la Patria,” or “Fatherland Card,” to all citizens forms part of a plan to develop widespread control over the population. Esta precisa de “cupons” do tipo para comprar comida subsidiada, serviços médicos e gasolina desde 2014. A ditadura de Maduro solicitou ajuda à China para expandir as atribuições do “cartão”, além do que e onde seus cidadãos comem, mas seus comprotamentos sociais, políticos e econômicos

No ano passado, segundo o artigo,  a ditadura venezuelana gastou 70 milhões de dolares em contratos com a empresa ZTE to para o desenvolvimento de seu projeto, em um suposto esforço para “reforçar a segurança nacional”. Atualmente uma equipe de engenheiros da ZTE está trabalhando em Caracas junto de uma unidade especial ligada à empresa estatal de telecomunicações Cantv para auxiliar na construção de um banco de dados mais sofisticado.

Algumas das informações armazenadas neste banco de dados, segundo o artigo, incluem “aniversário, informações familiares, dados de emprego e renda, propriedades, histórico médico, benefícios estatais recebidos, presença em mídias sociais, participação em partidos políticos e em quem a pessoa votou.”

Maduro inicialmente anunciou que o seu “Carnet de la Patria” viria a substituir os cupons de ração há cerca de um ano, declarando ser isto essencial para se “construir uma nova Venezuela”enquanto encorajava pessoas a aderir ao mesmo. Ao menos 18 milhões d evenezuelanos já possuem o cartão, segundo estimativas. Aqueles que permanecem leais ao regime aparentemente recebem benefícios, como recompensas em dinheiro -escasso – aos que tem melhor performance em suas obrgações sociais.

Em um tweet nesta quarta-feira (14/11/2018), Maduro publicou que o cartão irá auxiliar (o estado) a continuar a fortalecer os sistemas, missões de grandes missões (SIC) deixadas pelo comandante chávez para abrir o cmainho da felicidade e liberdade na nossa pátria .” (SIC)

https://www.breitbart.com/national-security/2018/11/15/report-chinese-telecom-giant-building-venezuela-social-credit-system/

5+
  • Presidento 18 de novembro de 2018 at 08:03

    First-te-ei

    6+

    • bolha buritis 18 de novembro de 2018 at 11:21

      Marcelinha ta bem ??????????

      1+

  • Barnabezinho 18 de novembro de 2018 at 08:41

    Bom dia! que abandono, hein?

    4+

  • dautonico 18 de novembro de 2018 at 09:00

    Bom dia amigos da Rede Bolha 😀

    Belo domingão hein…

    Antes eu achava interessante essa vigilancia toda… ia poder separar os certos dos errados…. ai eu aprendi que certo e errado alguem define no governo e você muda de grupo num passar de segundos… e toda sua vida vai pelo ralo…

    Fora que basta um update perdido no meio de tantos no banco de dados do governo e sua vida pode melhorar MUITO, ou acabar totalmente…

    1984 era obra de ficção e não cartilha… mas pelo visto serviu primeiramente de inspiração (ou somente exposição do que já era desejado) e agora praticamente de passo a passo para os totalitários.. tudo em prol do “bem maior”…

    8+

    • dautonico 18 de novembro de 2018 at 09:00

      Mals errei o e-mail libera ai rs…

      0

    • Mineirausfall 18 de novembro de 2018 at 10:19

      em quem a pessoa votou

      Hmm…

      1+

  • Sideshow Bob 18 de novembro de 2018 at 09:18

    Gente, parece que agora vai!

    Com fim da queda nos preços, momento é bom para comprar imóveis

    https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2018/11/18/investimento-em-imoveis.htm

    2+

    • Axio 18 de novembro de 2018 at 09:22

      Agora vai!

      0

    • Barnabezinho 18 de novembro de 2018 at 09:29

      EITA 😀

      1+

    • Mineirausfall 18 de novembro de 2018 at 10:10

      Tá sértu… Eles têm que vender o peixe (estragado?) deles…

      Se bem que, as “malas recheadas” e os sinodólares têm que ir para algum lugar, né?

      0

  • Alfinete da bolha 18 de novembro de 2018 at 09:54
    • Sideshow Bob 18 de novembro de 2018 at 09:56

      Hoje mesmo reli o artigo sobre globalismo x globalização do Mises. Essa ONU me veio na cabeça várias vezes.

      1+

      • Alfinete da bolha 18 de novembro de 2018 at 09:58

        Ninho de ratos.

        1+

    • Axio 18 de novembro de 2018 at 10:12

      Tenso

      0

  • Mineirausfall 18 de novembro de 2018 at 10:04

    Bom dia!

    0

    • Axio 18 de novembro de 2018 at 10:12

      Bom dia.

      0

      • Mineirausfall 18 de novembro de 2018 at 10:13

        🙂

        0

  • civilizado 18 de novembro de 2018 at 10:48

    Equipes buscam por mais de 1 mil desaparecidos em incêndio florestt
    Tá feio lá !!!!!
    PARADISE, EUA (Reuters) – Equipes de resgate buscavam por mais vítimas nos destroços queimados de Paradise, cidade norte-americana no norte da Califórnia, neste sábado, ao mesmo tempo em que o número de pessoas listadas como desaparecidos no incêndio florestal com mais mortes no Estado superava 1 mil.

    Os restos de pelo menos 71 pessoas foram recuperados na região de Sierra, 280 quilômetros ao norte de San Francisco. O local tinha cerca de 27 mil habitantes antes de ter sido na sua maior parte consumido pelo incêndio na noite de 8 de novembro.

    O desastre já é um dos incêndios florestais com mais mortes nos EUA desde a virada do século passado. Ao todo, 87 pessoas morreram num incêndio em agosto de 1910. Um incêndio em Minnesota em outubro de 1918 matou 450 pessoas.

    A previsão é que o presidente Donald Trump, que responsabilizou o mal gerenciamento de florestas por recentes incêndios, visite as regiões afetadas neste sábado e se encontre com desabrigados.

    Autoridades afirmam que o grande número de mortos na Califórnia se dá em parte pela velocidade do fogo, impulsionado pelos ventos e alimentado pela vegetação seca.

    Os bombeiros conseguiram criar uma linha de contenção ao redor de cerca de 45 por cento da área do fogo. O incêndio cobriu 57 mil hectares, segundo autoridades.

    O incêndio é o mais destrutivo em termos de perda de propriedade na história da Califórnia, o que cria o desafio adicional de dar abrigo para milhares de moradores.

    DESABRIGADOS

    0

    • Hidden (aquele) 18 de novembro de 2018 at 14:50

      Vão falar mierda.. mas o alerta sobe vegetação morta como nunca Dante, já tinha sido emitido!!

      0

  • Sideshow Bob 18 de novembro de 2018 at 10:53

    Agora vários sites de bosta estão enfiando propagandas na forma de vídeos flutuantes que cobrem grande parte do conteúdo e ainda ignoram o scroll.

    Eu fecho na hora, cabeças de bagre!

    6+

  • Axio 18 de novembro de 2018 at 11:01
    • Axio 18 de novembro de 2018 at 11:03

      As the economy flourished, officials with a single-minded focus on growth often ignored widespread pollution, violations of labor standards, and tainted food and medical supplies. They were rewarded with soaring tax revenues and opportunities to enrich their friends, their relatives and themselves. A wave of officials abandoned the state and went into business. Over time, the party elite amassed great wealth, which cemented its support for the privatization of much of the economy it once controlled.
      [..]
      In recent years, President Xi has sought to assert the party’s authority inside private firms. He has also bolstered state-owned enterprises with subsidies while preserving barriers to foreign competition. And he has endorsed demands that American companies surrender technology in exchange for market access.

      In doing so, he is betting that the Chinese state has changed so much that it should play a leading role in the economy — that it can build and run “national champions” capable of outcompeting the United States for control of the high-tech industries of the future. But he has also provoked a backlash in Washington.

      1+

      • Axio 18 de novembro de 2018 at 11:17

        In 2011, it confronted a crisis. After a high-speed train crash in eastern China, more than 30 million messages criticizing the party’s handling of the fatal accident flooded social media — faster than censors could screen them.

        Panicked officials considered shutting down the most popular service, Weibo, the Chinese equivalent of Twitter, but the authorities were afraid of how the public would respond. In the end, they let Weibo stay open but invested much more in tightening controls and ordered companies to do the same.

        The compromise worked. Now, many companies assign hundreds of employees to censorship duties — and China has become a giant on the global internet landscape.

        “The cost of censorship is quite limited compared to the great value created by the internet,” said Chen Tong, an industry pioneer. “We still get the information we need for economic progress.”

        0

        • Axio 18 de novembro de 2018 at 11:22

          Prosperity has brought rising expectations in China; the public wants more than just economic growth. It wants cleaner air, safer food and medicine, better health care and schools, less corruption and greater equality. The party is struggling to deliver, and tweaks to the report cards it uses to measure the performance of officials hardly seem enough.

          “The basic problem is, who is growth for?” said Mr. Xu, the retired official who wrote the Moganshan report. “We haven’t solved this problem.”

          Growth has begun to slow, which may be better for the economy in the long term but could shake public confidence. The party is investing ever more in censorship to control discussion of the challenges the nation faces: widening inequality, dangerous debt levels, an aging population.

          Mr. Xi himself has acknowledged that the party must adapt, declaring that the nation is entering a “new era” requiring new methods. But his prescription has largely been a throwback to repression, including vast internment camps targeting Muslim ethnic minorities. “Opening up” has been replaced by an outward push, with huge loans that critics describe as predatory and other efforts to gain influence — or interfere — in the politics of other countries. At home, experimentation is out while political orthodoxy and discipline are in.

          0

          • Investidor 18 de novembro de 2018 at 13:25

            Resume aí pra nóis, chefe 😂

            1+

            • Axio 18 de novembro de 2018 at 13:56

              À medida que a economia florescia, as autoridades com foco único no crescimento frequentemente ignoravam a poluição generalizada, as violações dos padrões trabalhistas e os alimentos e suprimentos médicos contaminados. Eles foram recompensados ​​com receitas fiscais crescentes e oportunidades para enriquecer seus amigos, seus parentes e eles mesmos. Uma onda de funcionários abandonou o estado e entrou no negócio. Com o tempo, a elite do partido acumulou grande riqueza, o que consolidou seu apoio à privatização de grande parte da economia que antes controlava.

              Ao fazê-lo, ele está apostando que o Estado chinês mudou tanto que deve desempenhar um papel de liderança na economia – que pode construir e administrar “campeões nacionais” capazes de superar os Estados Unidos pelo controle das indústrias de alta tecnologia do futuro. Mas ele também provocou uma reação negativa em Washington.

              Em 2011, enfrentou uma crise. Depois de um acidente de trem em alta velocidade no leste da China, mais de 30 milhões de mensagens criticando o tratamento dado pelo grupo ao acidente fatal inundaram a mídia social – mais rápido do que os censores puderam analisá-los.

              Autoridades em pânico consideraram encerrar o serviço mais popular, Weibo, o equivalente chinês do Twitter, mas as autoridades estavam com medo de como o público responderia. No final, eles permitiram que o Weibo permanecesse aberto, mas investiu muito mais em controles restritivo e ordenou que as empresas fizessem o mesmo.

              A prosperidade trouxe expectativas crescentes na China; o público quer mais do que apenas crescimento econômico. Quer um ar mais limpo, alimentos e medicamentos mais seguros, melhores cuidados de saúde e escolas, menos corrupção e maior igualdade.

              O crescimento começou a desacelerar, o que pode ser melhor para a economia a longo prazo, mas pode abalar a confiança do público. O partido está investindo cada vez mais na censura para controlar a discussão dos desafios que a nação enfrenta: aumento da desigualdade, níveis perigosos de endividamento, envelhecimento da população.

              O próprio Xi reconheceu que o partido deve se adaptar, declarando que a nação está entrando em uma “nova era” exigindo novos métodos. Mas sua receita tem sido, em grande medida, um retrocesso à repressão, incluindo vastos campos de concentração destinados a minorias étnicas muçulmanas. A “abertura” foi substituída por um impulso externo, com enormes empréstimos que os críticos descrevem como sendo predatórios e outros esforços para ganhar influência – ou interferir – na política de outros países. Em casa, a experimentação está fora enquanto ortodoxia política e disciplina estão dentro.

              1+

              • Investidor 18 de novembro de 2018 at 17:54

                Muito bom resumo, valeu. Não é novidade nenhuma pra nós do muki.

                2+

  • bolha buritis 18 de novembro de 2018 at 11:22

    FIRST !!!

    Oi.

    0

  • bolha buritis 18 de novembro de 2018 at 11:43

    AO VIVO

    Lamborghini Super Trofeo World Final 2018 – Race 2 (Pro + Pro/Am)

    2+

  • Ugo 18 de novembro de 2018 at 12:48

    Bom dia/tarde! Obrigado pela tradução do texto, Barna! 😀

    2+

  • bolha buritis 18 de novembro de 2018 at 13:03

    Corrida ao vivo

    32a Cascavel de Ouro

    0

  • Hidden (aquele) 18 de novembro de 2018 at 14:47

    Boa tarde mukis… tutto sussa, Tutto China’s?!?!

    A rota da seda não chega por completo a AL….. chance seria através da VeneZueira e Bananistao, aqui tem água a vontade !!!

    Segue o fluxo…

    1+

    • Hidden (aquele) 18 de novembro de 2018 at 14:48

      Ahhh uns brothers trabalharam na hawuieeee … pra cada bananoide ralando tinha uns TREs China’s fiscalizando!!!

      1+

    • MrCitan 18 de novembro de 2018 at 16:11

      E por falar em Rota da Seda, já imaginaram a vitória do Andrade, e nos primeiros anos, a realização e conclusão, junto com a Venezueira, do Projeto Triplo A, entregue de bandeja para chinas e vodcas?

      5+

  • Investidor 18 de novembro de 2018 at 17:57

    Varejo antecipa e estica Black Friday para tentar salvar ano complicado
    Caminhoneiros, Copa e eleição prejudicaram vendas; consumidor planeja gastar mais na data

    Falha da puta de São Paulo
    18.nov.2018 às 12h00

    2030 e ainda vão estar colocando a culpa nos caminhoneiros

    1+

    • Investidor 18 de novembro de 2018 at 18:00

      Dia das crianças este ano foi ruim devido as eleições.

      Pera aí, eleição foi no domingo, comércio fechado. Que diferença fez?

      2+

      • Barnabezinho 18 de novembro de 2018 at 21:55

        pior BF qu ejá vi. Bananense está já manjado da black fraude, nem liga mais.

        1+

        • Investidor 18 de novembro de 2018 at 22:51

          Sim. É muito mês pra pouco dinheiro também.

          1+

          • Barnabezinho 18 de novembro de 2018 at 22:58

            Fato é esse mesmo. Falta dnheiro e crédito. Povo não compra com o mesmo vigor, e o mercado nao vai fazer nada até o ano que vem, estamos meio que em estase.

            1+

        • Ugo 18 de novembro de 2018 at 23:03

          BF para mim esse ano por enquanto foi só no iFood, kkkkkk

          0

          • MrCitan 18 de novembro de 2018 at 23:11

            Black Friday que preste é a que vai ter esta semana lá nos States.
            Saca só as ofertas.
            https://www.dealsplus.com/blackfriday/

            1+

            • Ugo 18 de novembro de 2018 at 23:16

              Caraaaaai

              $199
              Sony PlayStation 4 1TB Slim Spider-Man Bundle

              1+

              • MrCitan 18 de novembro de 2018 at 23:51

                Tá certo que tem uns 8 a 10% de imposto a mais para calcular, mas vale muito a pena.
                Melhor que o BF deles, é assistir os vídeos da “boiada louca” pra entrar na loja.

                1+

              • Barnabezinho 18 de novembro de 2018 at 23:51

                AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

                1+

              • MrCitan 18 de novembro de 2018 at 23:53

                E outra, graças a internet, e aos serviços de redirecionamento de encomendas, a pessoa consegue participar desta BF americana sem sair de casa.

                1+

  • bolha buritis 18 de novembro de 2018 at 19:04

    Leudo ao vivo

    Bolsonaro eleva o tom: Médicos cubanos são escravos da ditadura dos Castros

    0

  • Osmar Motta 18 de novembro de 2018 at 20:53

    O valor da obscuridade para *manutenção* da riqueza já conquistada
    Podcast Radical Personal Finance (RPF), de Joshua Sheats

    A frugalidade não é opcional: ela é indispensável para que você consiga alcançar sua independência e liberdade financeiras. Não há como construir patrimônio através dos investimentos se você não fizer sobrar dinheiro no final do mês. Aliás, a própria ideia de investir já pressupõe gastar menos do que ganha. Só se investe aquilo que você consegue fazer sobrar no final do mês.

    Joshua centrou sua narração em duas teses principais:

    1. A frugalidade é necessária para você construir riqueza;

    2. A obscuridade é necessária para você manter a riqueza previamente construída.

    O valor da obscuridade

    Mas o que é ser obscuro? Qual é o papel que a obscuridade desempenha para sua vida pós independência financeira?

    Ser obscuro pode ser sintetizado na seguinte frase: não ostentar.

    Não se exibir. Não se gabar. Não fingir ser uma pessoa que você não é. Que é o oposto do que se vê hoje.

    Com a proliferação das redes sociais e o uso cada vez mais onipresente dos celulares em nossas vidas, a ostentação deixou de ser feita apenas no, digamos assim, mundo real, com o carro que se coloca na garagem, com o relógio com que se vai ao trabalho, com o par de sapatos com que se vai à festa etc., e passou a adentrar com uma força descomunal no mundo virtual.

    É no mundo virtual que prendemos e mergulhamos a nossa atenção, e ele – o mundo virtual – funciona como um palco irresistível para que a obscuridade seja jogada para escanteio. As pessoas não querem viver obscuras: elas querem atenção. Querem chamar a atenção. Querem seguidores. Têm sede por comentários, curtidas, joinhas, likes. Querem demonstrar para os outros que têm sucesso. E que coisa melhor para chamar a atenção do que postar fotos e vídeos demonstrando posse de bens de valor?

    É uma característica cultural do brasileiro o apreço à imagem. É por isso que os brasileiros preferem ver vídeos do que ouvir podcasts. É por isso que redes sociais como Facebook, Instagram e YouTube são tão populares no Brasil: porque o brasileiro se apega muito à imagem. É um povo muito visual. Talvez isso também explique o fato de o Brasil ser o segundo país do mundo onde mais se realiza cirurgia plástica.

    http://valoresreais.com/2018/11/05/o-valor-da-obscuridade-para-manutencao-da-riqueza-ja-conquistada/

    10+

    • Mineirausfall 19 de novembro de 2018 at 06:57

      Like.

      0

  • civilizado 18 de novembro de 2018 at 21:44

    Para sair da crise, Portugal cria incentivos e vira celeiro global de start-ups
    Para atrair negócios inovadores, governo do país oferece até bolsas para empreendedores

    1+

  • civilizado 18 de novembro de 2018 at 21:52

    Economia
    Guerra comercial faz exportação do Brasil ser a maior em cinco anos
    Embate tarifário entre China e Estados Unidos tem beneficiado empresas brasileiras; expectativa é que as vendas ao exterior fechem o ano acima dos US$ 230 bilhões

    0

    • MrCitan 19 de novembro de 2018 at 01:02

      E ainda diante desta atrocidade, a gente tem que ouvir tipos canalhas como a Marcia Tiburi (aquela la do livro Como conversar com um Facista) dizer que isto é justificável porque o assassino e ladrão, é uma vítima da sociedade que está alienado por culpa do capitalismo.

      1+

  • Seifer_POA 19 de novembro de 2018 at 15:04

    Tava olhando minha carteira agora.

    Tenho uma lc comprada exatamente um ano atrás com 120%cdi.
    Se descontar a inflação de 4% no período, rendeu liquido na melhor das hipóteses 3,5%. Muito pouco. Se fosse no TD eu tava dando risada e teria no minimo uns 4,5 liquido. e teria ganhado muito na marcação a mercado.

    Ou seja, com a selic muito baixa não compensa ir para esses produtos. É a nossa velha frase “coloca essa bosta em TD e esquece”

    1+

Marcação de Comentários

Selecione a partir de qual dia e hora os comentários devem ser marcados como não lidos. Deixe a hora em branco para marcar todos os comentários do dia. Pressione CTRL + ↓ para navegar pelos comentários não lidos.

Plugin desenvolvido por Alex Silva.